Principal » Notícias » Destaque »

21 dezembro 2017

Eleitos delegados/as da SINDUECE para o 37.º Congresso da ANDES-SN

Célio Coutinho, fala aos presentes. Ele foi o delegado mais votado na Assembleia dessa quarta-feira (21-12-2017).

A SINDUECE realizou, na manhã dessa quarta-feira, dia 20 de dezembro de 2017, no auditório da Prograd, do Campus Itaperi da UECE, em Fortaleza, as duas últimas Assembleias Docentes do ano. “Foram necessárias duas assembleias, pois uma precisava ter uma exclusiva com pauta da eleição dos delegados para o Congresso do ANDES”, explicou a presidente da entidade, Sâmbara Paula Francelino. Na sequência, outra Assembleia serviu para avaliar o andamento dos processos de progressão dos professores titulares, assim como informar as questões envolvendo o incremento salarial dos professores substitutos/as da Universidade.

Na Assembleia Docente inicial, a entidade definiu os delegados da SINDUECE para o 37.º Congresso Nacional do ANDES-SN, a ser realizado entre os dias 22 e 27 de janeiro de 2018. Além de Sâmbara Paula, indicada pela diretoria, foram eleitos como delegados: Célio Coutinho, Elda Maciel, Raquel Dias e Lucilane Silva. Outros dois professores foram eleitos na proporção dos votos como suplentes/observadores: Eudes Baima e Pedro Silva, ao Congresso do ANDES.

O Congresso terá como tema central “Em defesa da educação pública e dos direitos da classe trabalhadora. 100 anos da reforma universitária de Córdoba”, terá como palco a Universidade do Estado da Bahia – UNEB (Rua Silveira Martins, 2555. Cabula – Salvador-BA).

Ao final da Assembleia, uma moção da delegada Elda Maciel propôs que a direção avalie a possibilidade de custeio da viagem dos dois observadores.

Pautas de lutas emergenciais

Encerrada a eleição dos delegados, foi aberta a segunda Assembleia Docente, quando a presidente Sâmbara Paula apresentou os informes acerca das últimas ações do sindicato, destacando a questão dos professores Substitutos, explicando a decisão do Conselho Universitário, da última segunda-feira, quando a proposta de adoção de uma nova e equiparativa política de gestão da categoria, foi esfacelada pela atuação de parte dos conselheiros, capitaneada pela tendenciosa interpretação da procuradora Roberta Nunes.

Sâmbara também revelou a pressão da SINDUECE em relação aos processos de avanços e progressão dos professores. “O número de processos parados é impressionante”, estima a dirigente. Além dela, a professora Raquel Dias trouxe um relato pessoal apontando o rompimento da estagnação do processo, enquanto Eudes Baima revelou que o seu caso é de inércia completa do processo de progressão.

Informou no entanto que segundo posição da reitoria, diante da suplementação financeira do governo todos os process, que atravessaram o ano de 2017 paralisados,  já estão tramitando para publicação.

Destacou-se ainda a resolução COGERF/Governo do Ceará impediu a inclusão de novos processos até 31 de dezembro desse ano. Diante desse fato e da inércia do Governo em cumprir o termo de compromisso a Assembleia designou o chamamento de uma nova Assembleia para discutir, avaliar e implementar formas de pressão junto às instâncias de poder (reitoria, Seplag e Governo do Estado/Casa Civil).

Após o encerramento da assembleia, um integrante da base relatou, de forma anônima ainda, um caso que se configura como atitude antissindical. Ficou estabelecido que ele reunirá documentos e apresentará o caso, oficialmente, na próxima Assembleia, agendada para a última semana de fevereiro de 2018.

A SINDUECE alerta que, nesse momento de uma chamada “auditoria externa”, que vem se configurando como uma forma de pressionar e, de maneira melancólica, se encaixa perfeitamente nos exemplos de perseguição ao livre pensar das universidades públicas brasileiras, não serão admitidas atitudes como essa por sua direção, nem por qualquer membro da base da entidade, por seu perfil democrático.

Por fim a assembleia, foi encerrada pela professora Sâmbara, com os votos de um bom período de descanso para os/as docentes e uma passagem de anos cheia de alegria, entusiasmo e renovação das forças necessárias aos enfrentamentos nas lutas que virão no novo ano.

Foto: Márcio Rodrigues/SINDUECE

 


Comentários

Comentar

SINDUECE
Rua Tereza Cristina, 2266 – Sala 204 – Benfica
CEP 60015-141, Fortaleza/Ceará
Fone/Fax: (85) 3077 0058
E-mail: comunicacao@sinduece.org.br
Produzido e atualizado pela TEIA DIGITAL